sábado, 4 de agosto de 2018

Jay Oliver: “As grandes produtoras angolanas ignoraram o meu trabalho”


A poucos dias de apresentar ‘Mais Um Passo’, a sua nova obra discográfica, o cantor Jay Oliver conta em entrevista o motivo pelo qual não está associado a qualquer produtora musical angolana. “Preparei o meu novo álbum com o meu próprio dinheiro”, garante.

Em Angola é conhecido de norte a sul, e, como se isso não bastasse, também dá cartas pela lusofonia. Autor dos sucessos ‘Ex Damo’ e ‘Procura Outra’, Jay autodefine-se como um músico independente.

“Acredito que a minha venda será em grande. Sinto isso pela forma como o público respeita o meu trabalho. Gostaria de não ser um músico independente, porém, não fico triste por não estar associado a uma produtora. Já bati algumas portas, mas sinto que fui ignorado. Isso motiva-me a trabalhar e nunca desistir”, desabafa o artista que em Angola conta apenas com Fernanda Sobral, sua agente e braço direito.

“Esse álbum é uma espécie de chapada sem mão. É uma lição para os que não acreditaram em mim e, ao mesmo tempo, para os músicos que caminham sozinhos. É a prova de que todos somos capazes de realizar, mesmo sem apoio”, afiança o artista.

De realçar que o novo álbum de Jay Oliver chega aos fãs nos próximos dias 1 e 2 de Setembro, em Luanda, na Praça da Independência e na Casa da Juventude, respectivamente. Conta com 15 faixas musicais e participações de cantores angolanos como Bruna Tatiana, Bass, Verbo e Gerilson Insrael, bem como do músico congolês Osmane Yakuza.

0 COMENTÁRIOS:

Enviar um comentário

.

Copyright © Todos Direitos Reservados 2016 - 2018
Site desenvolvido por: António Félix