quarta-feira, 7 de novembro de 2018

Halison Paixão: “Quando perdi a minha mãe, pensei em desistir da música”


O músico Halison Paixão abriu o seu coração através de um post feito hoje na sua conta do Instagram, onde falou pela primeira vez sobre o momento mais triste por que passou na vida. Paixão postou um vídeo antigo que lhe deu boas e más recordações durante a sua trajectória, descrevendo-se como um homem batalhador que perdeu o pai aos sete anos de idade.
O PLATINALINE entrou em contacto com Halison para saber quais são as recordações que o vídeo lhe traz, e este explicou que o referido vídeo lhe faz lembrar de coisas tristes, numa altura em que estava na fase final do seu álbum, isso em 2016, quando perdeu a sua mãe, tendo esse acontecimento afectado muito a sua vida.
“Naquela altura, fiquei desfocado, entrei em depressão e até mesmo fiquei frustrando, porque era só um miúdo à deriva, sem pilares para a vida, nem um guia, e ainda tinha de cuidar da minha ʽmana mais novaʼ e arcar com as responsabilidades dela, e até fiquei com vontade de desistir da música. Graças a Deus, não mergulhei em drogas, mas me tornei numa pessoa muito fechada, de difícil acesso, passei a agir na defensiva, mudei completamente a minha forma de pensar e de agir, e isso afectou as minhas relações pessoais, inclusive com o meu agente, que era, na altura, o Tony Dausa, um dos grandes pilares da minha trajectória”, disse o artista.
Halison Paixão finalizou dizendo que tem tentado se recompor para dar o melhor de si, não tem sido fácil, porém acredita que vai conseguir vencer e dar alegria a todos que sempre acreditaram no seu trabalho. “Obrigado a Jeová por estar comigo todos os dias! 2019 é o ano de andar de cabeça erguida, e gostava muito de ser um exemplo para outros jovens lutadores como eu”, concluiu.

0 COMENTÁRIOS:

Enviar um comentário

.

Copyright © Todos Direitos Reservados 2016 - 2018
Site desenvolvido por: António Félix